Cartão Pride Bank – Um novo modelo de crédito no mercado

O cartão Pride Bank é uma novidade recente, que ainda vem se consolidando, pouco conhecida e que poucos tem o cartão em mãos.

Anúncios

Ainda assim, trata-se de um novo conceito de banco digital que promete mudar algumas coisas e que, a longo prazo, pode ser bastante interessante para o seu bolso.

Cartão Pride Bank – Tudo o que você precisa saber

cartão pride bank

A princípio, o que você precisa ter em mente é que o cartão de crédito Pride está caminhando em passos lentos, na sua fase beta.

Em síntese, o banco nasceu como uma maneira extra de dar apoio a pessoas LGBTQI+, que geralmente tem alguma dificuldade ou constrangimentos em bancos.

Principalmente na hora de definir gênero, nome no cartão, comprovar dados e assim por diante.

Anúncios

Mais importante que isso, a causa veio para incentivar essas pessoas a serem economicamente ativas e denunciarem a homofobia.

Que, caso você esteja por fora, é crime.

A partir disso, o parceiro do banco é o Welight, uma das empresas mais renomadas no nicho de tecnologia atualmente.

Ao mesmo tempo que nasceu o banco Pride, nasceu o instituto de mesmo nome.

Dessa forma, parte da receita do banco é destinada para o instituto, como uma maneira de valorizar, proteger e incentivar os clientes.

Agora, vamos falar do cartão em si.

Cartão Pride Bank Crédito

O cartão de crédito da Pride é uma opção que vem ganhando destaque pela transparência e facilidade.

Afinal, trata-se de um banco 100% digital e que, em poucos minutos, você já consegue criar uma conta simples.

Com isso em mente, é preciso destacar que o Pride tem duas taxas de manutenção.

A primeira delas é R$ 4,99 e se chama PF e a segunda é R$ 19,99 e se chama PJ.

Ambas vêm na fatura mensal. Ou seja, é a sua anuidade.

Já em relação a demais transações, existem algumas outras taxas vigentes, que podem ou não continuar ativas.

Vale destacar que, como está em fase de teste, pode ser que ocorram alterações, isenções e mais.

Portanto, a dica é ficar de olho nos seguintes valores:

  • TED para contas que não sejam Pride – R$ 5
  • Depósitos na sua conta Pride utilizando TED – R$ 1
  • Para fazer saques nos caixas 24 horas – R$ 7,50
  • Liquidação de boletos – R$ 3,50
  • Solicitação de segunda via do seu cartão – R$ 11,99
  • Emissão de cartões pré-pagos – R$ 19,99
  • Para receber depósitos na sua conta Pride através de boletos – R$ 2,35

É importante dizer que, com o crescimento do uso de cartões pré-pagos, também são cobradas taxas de manutenção.

Neste cenário, a Pride cobra R$ 3.

Denúncias cartão Pride Bank

Como o cartão Pride levanta a bandeira contra o preconceito LGBTQI+, é possível fazer denúncias diretamente na página oficial.

Solicitação do seu cartão de crédito

Caso você tenha ficado interessado em ter um cartão Pride Bank, a dica é fazer agora mesmo o seu cadastro.

Após a abertura da sua conta, você já estará na fila da Pride, que está sempre analisando e liberando cartões de crédito, mas de forma controlada.

Ao contrário de outros bancos digitais, este ainda está em fase de teste e possui um número limitado de contratos de crédito.

Enfim, o ideal é criar toda a sua conta, lembrando de colocar as informações corretamente.

Logo, é preciso esperar a liberação do seu cartão Pride Bank.

Precisa de um cartão? Conheça outras opções, como:

Se você ainda ficou com alguma dúvida sobre o cartão de crédito Pride, não deixe de comentar aqui embaixo ou aproveite e compartilhe a sua experiência com o banco com nossos leitores.

Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais:
Imagem padrão
Redação
Artigos: 87