Pular para o conteúdo

Dicas para negociar dívida cartão de crédito

As dicas para negociar dívida cartão de crédito são uma alternativa para organizar de vez as finanças, deixar de lado as ligações intermináveis com empresas e ainda conseguir preços mais acessíveis.

Afinal, os juros dos cartões são enormes e podem virar uma grande bola de neve. Tornando o pagamento quase impossível.

Mas, é quase. Saiba o que você pode fazer!

1# Organize as finanças

Para começar, é preciso organizar todas as suas finanças antes de pensar em fazer uma negociação.

Com isso, você consegue pagar as contas e evita que isso comprometa o orçamento mensal.

Ao mesmo tempo, evita que você comece a pagar a dívida e, depois de um mês, já não tenha mais dinheiro para as parcelas.

negociar dívida cartão

2# Não use mais o cartão

Entre as dicas para negociar dívida cartão de crédito está o abandono do cartão.

Caso contrário, a fatura fica cada vez maior e você não consegue pagar mais as contas.

Então, é hora de deixar o cartão de lado, abandonado em uma gaveta mesmo e apostar apenas em pagamentos à vista.

Inclusive, vale a pena começar a repensar nas suas contas, para ver o que pode cortar e não comprar coisas que realmente não precisa.

3# Negociar dívida cartão de crédito

Chegando a terceira dica desse post, é hora de começar a negociação.

Muitas vezes, a dica é ir até a agência ou banco, para conhecer opções que sejam mais interessantes.

Entretanto, você também pode fazer isso através das centrais de atendimento, por telefone ou e-mails.

Caso o seu nome já esteja negativado, a dica é ver as opções disponíveis nos órgãos de crédito, como SPC e Serasa.

Isso porque, essas páginas podem oferecer condições especiais de pagamento, com descontos e promoções.

Neste momento, é preciso ter muita calma.

Então, análise o valor total, valor da dívida e os juros que a empresa está cobrando.

Nunca, em hipótese alguma, aceite o pagamento de uma fatura muito alta.

Já que as chances de você parar de pagar novamente são muito altas, o que vai gerar ainda mais juros.

Logo, avalie condições realmente favoráveis e aceite apenas parcelas fixas.

4# Negociar a fatura total pode ser uma boa alternativa

Antes mesmo do nome ficar no vermelho, é possível que o banco já informe que você pode negociar a dívida total.

Neste caso, existem opções de pagamento parcial ou parcelamento total, ou seja, de todas as faturas.

A vantagem é que isso evita que os juros continuem correndo e ainda é possível definir um valor fixo mensal.

O que vai tornar a organização financeira mais fácil.

5# Negociar a dívida cartão de crédito – Aceite que a dívida não vai sumir

Por fim, é importante ter em mente que a sua conta não vai sumir, mesmo que você demore muito para pagar.

Em síntese, a conta continua existindo, os juros continuam correndo.

Depois de cinco anos, a dívida acaba caducando.

Ou seja, o seu nome sai dos órgãos de crédito e o banco não pode ficar cobrando insistentemente. Porém, ela continua existindo e o ideal é pagar.

Com isso, você fica mais tranquilo e consegue crédito no mercado mais facilmente.

Confira também:

As dicas negociar dívida cartão de crédito permitem que você coloque a sua vida financeira nos eixos, tenha crédito e evite ou resolva o problema de negativação.

Carregando…

0