Como escolher o melhor cartão de crédito com 3 dicas

Nem sempre escolher o melhor cartão de crédito é uma tarefa rápida, já que existem diversas opções no mercado, com vários bancos diferentes.

Anúncios

Pensando nisso, separamos aqui algumas dicas práticas de como você pode fazer isso em pouco tempo, mas garantindo uma escolha mais assertiva para o seu bolso.

1# Você tem um bom score no mercado?

A primeira dica desse post, é uma pergunta bastante simples, que envolve o seu score nos órgãos de crédito.

Isso porque, esse número sempre é analisado pelos bancos antes de liberar um cartão, já que é uma maneira de avaliar você como um bom pagador de contas.

Geralmente, quem tem um score muito baixo, é porque estava negativado, ou ainda está, ou mesmo aqueles que não movimentam muito suas contas.

Já os scores mais altos, são daqueles que movimentam as contas, pagam tudo em dia, não estão no vermelho e que já gastam dinheiro, principalmente com outros cartões de crédito.

Anúncios

A partir dessa análise, você escolhe entre aqueles que oferecem crédito para negativados ou que não fazem análise de crédito. Se for o seu caso.

2# Bancos online e físicos na hora de escolher o melhor cartão de crédito

Atualmente, você pode perceber que existem diversas instituições financeiras.

Desde os bancos físicos, que são mais tradicionais, até os bancos digitais, que não possuem agências.

O fato é que, cada um desses bancos pode oferecer um tipo de cartão diferente, com um limite diferente.

Neste cenário, os bancos digitais estão atraindo mais o público, já que são menos burocráticos, mais rápidos e estão ao acesso de um clique.

Já os bancos tradicionais, são mais práticos para aqueles que já tem um cartão de débito, recebem em conta e/ou movimentam dinheiro.

Isso aumenta as chances de liberação de crédito.

Ou seja, existe um balanço aí que você pode fazer analisando as opções que cada um oferece, bem como as taxas de serviço, anuidade e manutenção.

3# Custos e benefícios

Pensando em escolher o melhor cartão de crédito para o seu bolso, uma dica é sempre fazer um balanço entre os custos e benefícios.

Isso porque, existem cartões que tem anuidade, mas podem ser mais vantajosos, ou não, para a sua carteira.

Sendo algo que precisa ser pensado.

Por exemplo, se o seu objetivo é viajar, vale a pena avaliar cartões que pontuam ou geram milhas.

Neste caso, nem sempre a anuidade é a melhor coisa a se avaliar, mas sim os pontos, milhas, opções de saques, etc.

Já se o seu objetivo é apenas usar para emergências, um cartão básico sem taxas mensais pode ser a melhor escolha.

Também é interessante ficar de olho na bandeira, já que cada uma possui vantagens diferentes, seja Visa, Elo ou Mastercard.

Dica extra

É importante pensar que pode ser interessante conversar com outras pessoas antes de escolher o seu cartão.

Entretanto, você não deve levar apenas a opinião do outro em consideração.

Isso porque, nem sempre o cartão ideal para o seu amigo é a melhor opção para você.

Seja por conta dos custos, porque tem poucas vantagens, porque você quer cashback ou mesmo porque a sua renda não permite.

Escolher o melhor cartão de crédito, é um trabalho de análise que não precisa ser longo, mas que deve ser focado no seu objetivo e no que é real, deixando as expectativas muito altas em segundo plano. E você, escolheu qual? Comenta aqui embaixo.

Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais:
Imagem padrão
Redação
Artigos: 87