Pular para o conteúdo

Top 10 curiosidades sobre o natal

  • por
Anúncios

O natal é sem dúvidas uma das épocas mais lindas do ano. Nessa data do ano as pessoas costumam reunir a família, colocar os papos em dia, celebrar essa data tão especial junto com aqueles que amam.

O natal é uma festa de origem cristã, mas além disso existem diversas curiosidades que circulam essa data. Algumas dessas curiosidades dizem respeito a própria origem e surgimento do natal. Quer saber mais sobre? Confira nos próximos tópicos.

1 Surgimento do natal

Alguns pesquisadores dizem que a tradição de celebrar o nascimento de Jesus Cristo em 25 de dezembro foi estabelecida pelo Papa Libério em 354 DC. Na verdade, não há documentos que provem que o Messias realmente veio à terra naquele dia – nem mesmo naquele mês.

2 A escolha da data

A Igreja Católica escolheu este período para celebrar o nascimento de Cristo porque naquela época, na Roma antiga, acontecia a Saturnalia (uma festa muito popular em adoração ao deus Saturno) e outras festas pagãs. A ideia é desenfatizar a comemoração e “ajustá-la” com passagens e princípios relacionados à vida e obra de Jesus. Sabe-se que líderes, gurus e figuras míticas de muitas outras religiões vêm ao mundo por volta de 25 de dezembro.

3 Missa do Galo 

A Missa do Galo é um evento religioso do Natal cuja criação é atribuída a São Francisco de Assis. Uma lenda diz que um galo anunciou o nascimento de Jesus Cristo. O animal canta exatamente à meia-noite da virada de 24 para 25 de dezembro, momento em que nascem os filhotes.

4 O primeiro presépio

Segundo a história, São Francisco construiu o primeiro presépio para lembrar os crentes das circunstâncias em que Jesus viveu. Era 1224 em Gracio, Itália. Ele mostra o presépio à meia-noite, que por acaso é a hora simbólica do nascimento. A missa foi realizada após a apresentação. Porque o galo canta de manhã cedo e acontece num dia solene, a celebração chama-se Missa do Galo.

5 Tradições em comum

Em Portugal, Espanha e Brasil, é costume trazer um galo para os serviços religiosos. Se ele canta, é um bom sinal para o próximo ano.

6 A música do natal

A música mais popular “Silent Night” na véspera de Natal nasceu na Áustria em 1818. Em Arnsdorf, ratos entraram no órgão da igreja e roeram o fole. Preocupado com a possibilidade de não haver música na véspera de Natal, o padre Joseph More decidiu encontrar um instrumento que pudesse substituir o antigo. Durante sua peregrinação, ele começou a imaginar como seriam as noites em Belém. Ele faz anotações e procura o músico Franz Gruber para traduzi-las em melodias.

7 Versão brasileira da música

A versão brasileira da música também foi produzida por uma figura religiosa: Frei Pedro Sinzig. Nascido na Áustria em 1876, mudou-se para Salvador, Bahia, em 1893. Naturalizado no Brasil em 1898, o monge tornou-se um grande divulgador da música religiosa do país. Atuou como assessor e assessor de muitos compositores, inclusive Villa-Lobos, que lhe dedicou a canção “Missa S. Sebastião”. Frepedro morreu na Alemanha em 1952.

 

8 As verdadeiras cores

As cores tradicionais do Natal são verde, vermelho e dourado. Verde é um símbolo de vida e renascimento; vermelho simboliza o sangue de Jesus Cristo; ouro representa luz, riqueza e realeza.

9 Um dado curioso 

De acordo com a rede social Facebook, as taxas de separação são maiores nas duas semanas que antecedem o Natal. O Natal, por outro lado, é o dia do ano com menos separações.

10 A maior meia

A maior meia de Natal do mundo tem 32,5 m de altura e 14,9 m de largura. O trumbolho chega a pesar cinco renas e comporta quase mil presentes. Foi construído pela Children’s Society of London (Reino Unido) em dezembro de 2007.

Carregando…

Divulgado calendário PIS/PASEP 2023