Pular para o conteúdo

Empréstimo do Auxílio Brasil: saiba como garantir o seu!

Anúncios

O Governo Federal divulgou as datas do empréstimo. Confira!

Muitos brasileiros que dependem do Auxílio Brasil aguardavam por opções de crédito para pagar contas, sair das dívidas ou investir. Após muita demora, o Ministério da Economia informou que o empréstimo deve ser liberado ainda em outubro de 2022, e o usuário precisará seguir alguns critérios.

No total, 60 instituições financeiras se inscreveram para oferecer o empréstimo, que será na modalidade consignado, entretanto, grandes bancos privados não farão parte das ofertas por considerar arriscado emprestar dinheiro a um público de baixa renda.

O beneficiário do auxílio terá que arcar com uma taxa de juros específica, além de cumprir regras para ser apto a tentativa do empréstimo. Para saber mais, continue conosco e descubra como solicitar sem sair de casa. Você também saberá como solicitar o auxílio caso não seja beneficiário!

 

Auxílio Brasil: o que é?

O Bolsa Família ganhou um novo nome da gestão de Jair Bolsonaro, se tornando o Auxílio Brasil. Ele foi criado por meio de uma Medida Provisória (MP) em 2021 para ajudar desempregados na pandemia. Na época, muitas empresas fecharam e trabalhadores foram dispensados e era preciso injetar dinheiro na economia.

Em um primeiro momento, os pagamentos começaram em novembro do mesmo ano com valor inicial que não chegava a R$ 300,00, depois, subiu para 4$400,00 e agora está em R$ 600,00, com o valor congelado até dezembro. Atualmente, 18 milhões de brasileiros acessam o benefício.

Um detalhe importante é lembrar que o calendário de outubro do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás foi antecipado em outubro, iniciando pagamentos no dia 11 de outubro e seguindo até 25 do mesmo mês. O pagamento começa com beneficiários com NIS terminando em 1, portanto, conferir a situação do seu Cadastro Único é parte fundamental neste processo!

 

Quem tem direito?

O perfil dos beneficiários do auxílio mudou desde sua criação, e agora ele é direcionado para famílias com gestantes, jovens de 21 anos e famílias em situação considerada de pobreza. Essa condição deve ser comprovada junto ao Ministério da Cidadania e Caixa, ou seja, somente o CadÚnico atualizado consegue garantir o pagamento. 

Para deixar claro, as famílias consideradas aptas (extrema pobreza) são aquelas que tem renda per capta por membro em até R$ 105,00. Já as que estão em situação de pobreza,  a renda varia entre R$ 105,00 e R$ 210,00.

 

Como solicitar?

Cada beneficiário precisa estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais, o CadÚnico. Além de cumprir os critérios acima, é preciso comprovar com documentos e manter o cadastro atualizado, ativo nos CRAS da sua cidade. São esses agentes que realizam as visitas, mas você também pode ir a uma sede portando os documentos:

  •     RG
  •     Carteira de trabalho
  •     CPF
  •     Título de Eleitor
  •     Certidões, como de casamento e nascimento
  •     Comprovantes de matrículas de crianças e adolescentes
  •     Comprovantes de renda e residência

Depois, aguarde em média dez dias para confirmação do benefício. Os pagamentos são feitos através da sua conta Caixa, e se não tiver, o Caixa Tem, conta digital criada automaticamente para os beneficiários. Baixe o aplicativo e acompanhe os calendários para receber os valores mensalmente!

Empréstimo consignado do Auxílio Brasil

Agora que você sabe como funciona o benefício, vamos falar quem tem direito, os valores e como solicitar esse benefício sem sair de casa. Adiantamos que somente há a data de divulgação, as taxas de juros e os valores a serem liberados. Acompanhe todos os detalhes a seguir!

 

Datas de liberação

Nesta semana a presidência da Caixa Econômica Federal confirmou que o crédito consignado do Auxílio Brasil deve ser liberado entre os dias 10 e 15 de outubro, com taxas inferiores ao teto de 3,5%. Portanto, aqueles que recebem pelo Caixa Tem, por exemplo, terão essa opção liberada já no aplicativo.

 

Como deve funcionar?

Na semana passada, o governo divulgou que o número máximo de parcelas será 24, taxa de juros não superiores a 3,5% por mês. Até agora, 60 instituições financeiras interessadas tem um prazo para lançar a linha de crédito, entretanto, os maiores bancos do país não serão parceiros dos beneficiários.

As parcelas podem comprometer até 40% do valor mensal recebido, mas não é possível considerar o de R$600,00 que será pago até dezembro, mas o de R$400,00. Isso significa que as parcelas podem chegar até R$ 160,00, no máximo.

 

Outras dúvidas

Muitos especialistas consideram arriscada a solicitação de um empréstimo como esse, já que para muitas famílias o valor é baixo. Portanto, é preciso avaliar bem o orçamento para entender se esse comprometimento valerá a pena. A seguir, responderemos mais dúvidas a respeito da modalidade.

 

O que é consignado?

O consignado é uma modalidade que permite o desconto direto na folha de pagamento no caso de trabalhadores e beneficiários do INSS, e neste caso, será um desconto automático na sua conta de recebimento do Auxílio Brasil. Assim, não há como fugir das parcelas todos os meses.

 

Valor mínimo e máximo do empréstimo?

Considerando que o máximo valor de parcelas deve ser R$ 160,00, o beneficiário pode conseguir até R$400,00 como empréstimo total através do Auxílio Brasil, ou seja, é preciso considerar também a taxa de 3,5% por mês acima desse valor, portanto, o pagamento final será maior que o valor do empréstimo solicitado.

 

Como serão os depósitos?

Segundo o Ministério da Cidadania, os descontos serão feitos antes mesmo que o valor total do Auxílio Brasil caia na conta. Portanto, sempre que o valor ser depositado, já entra na sua conta de recebimento com o desconto relacionado ao empréstimo, evitando risco de não pagamento, por exemplo. 

 

E se eu não conseguir pagar?

Esse risco não existe, já que o beneficiário recebe o valor com parcela descontada. O problema é que isso irá dificultar para o beneficiário que pretende renegociar dívidas, por exemplo. Mesmo assim, existe possibilidade de solicitar empréstimo para outro branco, por exemplo.

 

Carregando…