Pular para o conteúdo

As 10 raças de cachorro mais perigosas do mundo

  • por
Anúncios

Mesmo que nós tenhamos entrado no costume de criar cachorros como animais de estimação, é sempre bom lembrar que os cães apesar de fofinhos são descendentes de lobos. Ou seja, mesmo que domesticados, os cachorros continuam sendo animais.

 

Além disso, vários deles foram criados com alguns propósitos violentos, como proteger um território ou caçar. Todo ano, aproximadamente 4 milhões de pessoas são moridas por algum cachorro. 

 

Por isso, separamos uma lista com ass 10 raças de cachorros mais perigosas do mundo, nos baseando nas que mordem com maior frequência, e em cujos ataques conseguem ser mais fatais.

 

Seguindo esse ponto, a lista aponta as raças de cachorros mais perigosas em termos de uma potencial agressividade e de causar riscos aos seres humanos. Portanto, considera-se a chance de um comportamento mais agressivo somado ao porte físico que seja o suficiente para classificá-la como raça perigosa. Confira o top 10.

10. Pit Bull

Para quem já tem uma ideia das diferentes raças, não é surpresa que o Pit Bull encabece a lista, número um entre as raças caninas mais perigosas da atualidade. De acordo com um estudo de 13 anos, os cães da raça foram responsáveis ​​por 284 mortes nos Estados Unidos, respondendo por quase dois terços dos ataques fatais registrados.

Este número é surpreendente quando se considera que apenas 6% de todos os cães deste país são desta raça. Os pit bulls foram criados para serem perigosos ao longo de gerações, desenvolvidos em cães de caça e pit dogs e continuam sendo uma ameaça até hoje.

9. Rottweiler

Rottweilers podem pesar até 54kg e 63,5cm e são grandes em tamanho com um temperamento que pode ser ameaçador em algumas situações. Geralmente, os Rottweilers são muito amigáveis ​​e protetores com os familiares, mas esse comportamento não se estende aos visitantes.

Rottweilers foram responsáveis ​​por 45 ataques fatais no estudo acima, respondendo por 10% de todos os ataques. Esta raça tem uma mordida forte e feroz e sabe como usá-la a seu favor.

8. Pastor Alemão

Os pastores alemães são usados ​​há décadas por forças policiais e militares por um motivo claro: são inteligentes, fortes, fortes e perigosos, capazes de infligir ferimentos graves em suas vítimas.

Com um peso de 41kg e uma altura em pé de 60cm, é ideal como ferramenta de proteção e ataque. Infelizmente, esta raça foi responsável por 20 mortes (5% do total) e várias mordidas.

7. Bulldog Americano

Ao contrário do Bulldog Inglês, o Bulldog Americano ainda tem um uso de campo. Eles são fortes e muito perigosos para atacar, matando 15 pessoas no estudo. Esta raça tem uma mordida forte, pode pular alto o suficiente e é forte o suficiente para derrubar um adulto.

6. Bullmastiff

Leal, alerta e corajoso, o Bullmastiff é um excelente cão de guarda, mas seu comportamento deve ser treinado para que não se torne uma ameaça. Embora os ataques sejam incomuns, eles podem ser perigosos quando ocorrem. O bullmastiff pode atingir quase 60kg e 69cm e foi responsável por 3,2% dos ataques fatais no estudo de 13 anos.

5. Husky Siberiano

O Husky Siberiano é notável por sua semelhança com o lobo. No entanto, além de sua aparência, também pode se comportar de maneira semelhante a seus parentes selvagens. Esses cães adoram caçar, e a maioria dos animais menores que eles, incluindo humanos, parecem presas para eles.

Apesar de serem amigáveis ​​na maior parte do tempo, há registros da raça atacando crianças e adultos.

4. Labrador Retriever

O Labrador Retriever está na lista das raças de cães mais perigosas e foi criado para ser um cão de caça. A raça também é muito amigável, por isso pode não ser tão boa quanto um cão de guarda. 

No entanto, eles foram responsáveis ​​por 2,1% das mortes no estudo, possivelmente porque estavam protegendo seu alimento ou território. Em geral, porém, eles não são muito agressivos.

3. Boxeador

Boxers podem parecer divertidos, mas foram criados como cães de trabalho. Eles são enérgicos e fisicamente aptos. No entanto, um cão pode atacar se alguém em quem ele não confia se aproximar do dono de uma forma que pareça ameaçadora.

Os boxeadores mataram sete pessoas nos últimos anos e também são propensos a mordidas não fatais.

2. Dobermann Pinscher

O Doberman Pinscher tem uma aparência icônica e familiar, caracterizada por orelhas pontudas, costas retas e uma postura alerta. Esses animais foram usados ​​como cães de guarda por muito tempo e estão naturalmente associados a essa tarefa hoje. O nome “pinscher” vem de um termo alemão que se refere ao seu hábito de atacar e morder suas presas.

Esta raça foi desenvolvida para ser um cão de ataque perfeito, por isso é uma das raças mais perigosas.

1. Malamute do Alasca

Completando a lista está o Malamute do Alasca, que se parece muito com o Husky Siberiano, embora seja muito maior. Huskies são enérgicos e requerem treinamento desde cedo para aprender a obedecer. Pesam cerca de 41kg e podem atingir 66cm de comprimento.

Eles terminam a lista com uma mordida perigosa, pois podem facilmente infligir dano em seus alvos.

Carregando…